Exp01

A Pattern of Islands

Integrada na  colectiva Olhar para o Boneco. Maus hábitos. 2005, Porto.

“O senador não tinha senão um  argumento a favor  da afirmação que fizera: a sua sensibilidade. Quando o coração falou, não convém que a razão levante objecções. No reino do kitsch, exerce-se a ditadura do coração.
Claro que é necessário que os sentimentos suscitados pelo kitsch possam ser partilhados pelo maior número possível de pessoas. assim o kistch não apela para o insólito; apela, isso sim; para algumas imagens-chaves profundamente enraizadas na memória
dos homens: a filha ingrata, o pai abandonado, as crianças a correr num relvado; a pátria traída; a recordação do primeiro amor.
O kistch faz-nos vir duas lágrimas de emoção aos olhos, uma logo a seguir à outra. A primeira diz: Que coisa bonita, crianças a correr num relvado!
A segunda diz: Que coisa bonita, comovermo-nos como toda a humanidade se comove quando há crianças a correr num relvado!
Só esta segunda lágrima é que faz com que o kistch seja o kistch.
A fraternidade de todos os homens nunca poderá repousar em nada senão no kistch.”

Milan Kundera – A Insustentável Leveza do Ser

.

Mural

————————————————————————————————————————————————————————————

Vista geral

Vista dos desenhos

Vista dos desenhos

Vista geral

Pormenor vitrine

Pormenor vitrine

Vitrine

Anúncios